b

b

quarta-feira, 27 de março de 2013

Comerciante é executado no município de Rosário na noite desta terça-feira

Conhecido apenas como Neto, o comerciante foi executado por homens em um veículo Corsa Classic.
O comerciante Severino Marques de Carvalho Neto, de 40 anos, foi executado na noite desta terça-feira (26), por volta das 19h, no povoado Sáo Simão, no município de Rosário. Segundo informações, o crime foi praticado por quatro homens que estavam em um Corsa Classic cor prata. Eles se aproximaram do Comercial Carvalho, em que a vítima era dono, e dispararam vários tiros de pistola .40. Neto, como era conhecido na região, foi alvejado na cabeça, pescoço e tórax.

Após a execução, os criminosos fugiram e, até o momento, não foram localizados pela polícia. Há informações que uma moto teria sido utilizada no crime.

Neto era empresário do ramo de venda de frangos e era bastante conhecido na região de Rosário. A polícia já está investigando o caso e trabalha com a hipótese de acerto de contas.

Outra Execução
Na cidade de Cantanhede, José de Ribamar Ferreira Monteiro foi assassinado a tiros. Dois suspeitos foram presos em Miranda do Norte e conduzidos para delegacia de Itapecuru-Mirim. A polícia está investigando o caso e trabalha com a hipótese de vingança. Há informações que a vítima teria cometido um assassinato, este ano, na cidade de Pinheiro.

Com informações do Imirante.com

Hoje é aniversário de Renato Russo

Hoje com quase 40 anos de idade, tive minha vida e minha formação pessoal influenciada pela musica de Renato Manfredini Júnior, que adotou o nome artístico de Renato Russo e hoje faria 53 anos de idade. Com letras e poemas em forma de musica influenciou toda uma geração, Renato sempre foi uma espécie de porta voz de toda uma geração.
Renato Russo nasceu no Rio de Janeiro, em 27 de março de 1960, e faleceu em 11 de outubro de 1996, foi um cantor e compositor brasileiro, bissexual assumido, célebre por ter sido o vocalista e fundador da banda de rock Legião Urbana. Antes da fundação do grupo que o tornou conhecido mundialmente, Renato integrou o grupo musical Aborto Elétrico, do qual saiu devido às constantes brigas que havia entre ele e o baterista Fê Lemos.
Renato morreu devido às complicações causadas pela AIDS em 11 de outubro de 1996, na época com 36 anos. Amigos do cantor afirmam que o mesmo contraiu a doença após se envolver com um rapaz que conhecera em Nova Iorque, portador da doença, em 1989.[3] Como integrante da Legião Urbana, Russo lançou oito álbuns de estúdio, cinco álbuns ao vivo, alguns lançados postumamente, e diversos singles, escritos em sua maioria pelo próprio. Gravou ainda três discos solo e cantou ao lado de Herbert Vianna, Adriana Calcanhoto, Cássia Eller, Paulo Ricardo, Erasmo Carlos, Leila Pinheiro, Laura Pausini, Biquini Cavadão, 14 Bis e Plebe Rude.
Em outubro de 2008, a revista Rolling Stone promoveu a Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira, onde Renato Russo ocupa o 25°. lugar.
Sua primeira banda foi o Aborto Elétrico, ao lado dos irmãos Felipe Lemos (Fê) (bateria) e Flávio Lemos (baixo elétrico), e do sul-africano André Pretorius (guitarra). O grupo durou quatro anos, de 1978 a 1982, terminando por brigas entre Fê e Renato. O Aborto Elétrico foi a semente que deu origem à Legião Urbana e ao Capital Inicial (formado por Fê e Flávio, junto ao guitarrista Loro Jones e ao vocalista Dinho Ouro-Preto). Após o fim do Aborto Elétrico, Renato começa a compor e se apresentar sozinho, tornando-se o Trovador Solitário. A fase solo durou poucos meses, até que o cantor se juntou a Marcelo Bonfá (baterista do grupo Dado e o Reino Animal), Eduardo Paraná (guitarrista, conhecido como Kadu Lambach) e Paulo Guimarães (tecladista, conhecido como Paulo Paulista), formando a Legião Urbana, tendo Renato como vocalista e baixista.
Suas principais influências eram as bandas de post punk que surgiram na época, especificamente, Renato Russo se espelhava no trabalho de Robert Smith, vocalista do The Cure e especialmente Morrissey que era vocalista da banda The Smiths Após os primeiros shows, Eduardo Paraná e Paulo Paulista saem da Legião. A vaga de guitarrista é assumida por Ico-Ouro Preto, irmão de Dinho Ouro-Preto, que fica até o início de 1983. Seu lugar é assumido definitivamente por Dado Villa-Lobos (que criou a banda Dado e o Reino Animal com Marcelo Bonfá, Dinho Ouro Preto, Loro Jones e o tecladista Pedro Thompson). A entrada de Dado consagrou a formação clássica da banda. À frente da Legião, que contou com o baixista Renato Rocha entre 1984 e 1989, Renato Russo atingiu o auge de sua carreira como músico, criando uma relação com os fãs que chegava a ser messiânica (alguns adoravam o cantor como se fosse um deus).
Os mesmos fãs chegavam a fazer um trocadilho com o nome da banda: Religião Urbana/Legião Urbana. Renato desconsiderava este trocadilho e sempre negou ser messiânico. Renato teve como seus principais sucessos as musicas: Faroeste Caboclo. Pais e filhos e Que país é esse. Dentre tantos sucessos, depois de sua morte as vendas de Cds e DVDs mais que duplicaram, as musicas de Renato Russo transmitiam a angustiam os desejos, as vontades e as opressões de toda uma geração, o que influenciou em muito a vida das pessoas.
Fonte de pesquisa Wikipedia

PM prende ex-candidato a prefeito por descumprimento de ordem judicial

Policiais da Força Tática do 15º BPM, sediado em Bacabal, efetuaram a prisão do empresário e ex-candidato a prefeito da cidade de Lago Açu, Divino Alexandre de Lima, conhecido por “Alexandre Lavepel”, de 55 anos. Ele foi detido no último fim de semana, na Rua Mearim, centro daquele município, após descumprir ordem do juiz titular da 3ª Vara da Comarca de Bacabal, Joselmo Sousa Gomes.

Segundo a determinação do magistrado, o ex-candidato deveria cumprir diversas medidas cautelares, entre elas, não se aproximar de sua ex-companheira, Maria Cristina Morais Gomes, que de acordo com a polícia, teria sido vítima de agressões do acusado em fevereiro deste ano.

Além de Divino Alexandre de Lima, o inquérito policial também cita João Carlos Pacheco Filho, de 26 anos, motorista particular do ex- candidato. Na época da agressão, os dois foram presos suspeitos de agredirem a socos e pontapés Maria Cristina Morais e seu acompanhante, Augusto Cezar Melo Pacífico de Paula.

O fato ocorreu na região conhecida como “Caipirinha”, localizada às margens da BR-316, no perímetro urbano de Bacabal. Após cometer as agressões, “Alexandre Lavepel” e o motorista furaram dois bloqueios policiais, acabando por colidir com um poste em frente ao posto da Polícia Rodoviária Federal.

Divino Alexandre de Lima foi preso, mas em seguida foi liberado mediante Alvará de Soltura, que condicionou algumas medidas cautelares tais como: proibição de se ausentar da Comarca, sem prévia autorização ao juiz; proibição de frequentar bares, festas e de ingerir bebida alcoólica; manter recolhimento domiciliar noturno obrigatório a partir das 19h; e não se aproximar e se comunicar comas as vítimas, Maria Cristina Morais Gomes e Augusto Cezar Melo Pacífico de Paula.

Divino Alexandre de Lima e João Carlos Pacheco Filho foram apresentados ao delegado Jader Alves, titular da 16ª Delegacia Regional de Bacabal, onde foram feitos os procedimentos. Em seguida, foram encaminhados para Unidade de Ressocialização de Bacabal, onde permanecerão à disposição da Justiça.
 
 
As informações são da SECOM

terça-feira, 26 de março de 2013

Afinal, quem é o papa Chico ?

O Papa Chico visto por Leonardo Boff e Ivone Gebara.
O Papa Chico visto por Leonardo Boff e Ivone Gebara.

Não há nenhum dúvida quanto à figura do Papa Chico, entronizado há alguns dias em Roma – o novo chefe da Igreja Católica é simpático, tem carisma, sua linguagem direta e calorosa é entendida imediatamente pelos fiéis e sua maneira afetuosa no encontro com as pessoas já conquistaram católicos e não católicos, reação ainda mais viva pelo contraste com o Papa Bento XVI, distante e reservado.
Compreensível, portanto, o entusiasmo do ex-padre Leonardo Boff, um dos ardorosos defensores da teologia da libertação, desde os fins do anos 60 e sob a ditadura brasileira, o que lhe valeu ter sido reduzido ao silêncio, proibido de se manifestar e de ensinar teologia, pelo Papa polonês, João Paulo II. Uma severa punição parecida com a aplicada ao teólogo alemão Hans Kung que, igualmente divergia das linhas mestres da Cúria romana, ambos entusiastas do Concílio do Vaticano II. Boff criticava a esclerose teológica da Igreja e seu isolamento da realidade do mundo.
Leonardo Boff, com doutorado em teologia na Alemanha e falando perfeitamente a língua do país, sempre bem recebido pelos alemães, é frequentemente convidado por organizações progressistas de católicos praticantes mas dissidentes da linha da Igreja, e, por isso, a revista Der Spiegel quis logo saber sua opinião sobre o novo chefe da Igreja e sobre as acusações publicadas, quanto a uma cumplicidade do cardeal Bergoglio com as ditaduras argentinas. A entrevista foi logo reproduzida em outros países e nela, Boff afirma haver um clima revolucionário em Roma.
O Boff de hoje continua defendendo a teologia da libertação mas ela inclui uma visão ecológica de defesa do nosso planeta, para que a vida humana não desapareça. E, num de seus muitos escritos, ele previa o surgimento da mesma cepa, de movimentos libertários diversos, fôssem feministas, indianistas, pela libertação real dos negros e pela defesa do meio-ambiente. Nisso se poderia incluir, por analogia, a eclosão do movimento libertário pelos homossexuais, de nossa época.
Não sendo mais padre, casado, Boff pode se aventurar pelo campo das heresias, sem receio de ser excomungado, porque sabe haver latente na Igreja o inconformismo de católicos progressistas, cujo credo não se fecha na ortodoxia de Roma e é arejado pelas correntes modernas animadoras de uma visão teológica social e ecológica do mundo e da sociedade.
Mas por que Boff defende o Papa Chico no episódio argentino ? Nisso, ele se refere ao premio Nobel da paz, o pianista Adolfo Esquivel, segundo o qual “houve bispos cúmplices da ditadura argentina, mas entre eles não estava Bergoglio” e diz ter conhecido um dos padres jesuítas “denunciados” por Bergoglio (Orlando Yorio), sem que ele jamais tivesse feito tais denúncias.
Boff prefere enterrar o passado, na expectativa de grandes reformas dentro da Igreja, envolvendo o celibato clerical, o uso dos anticoncepcionais e o papel das mulheres, a serem feitas pelo novo Papa, mais uma descentralização da Igreja. Mero sonho de Boff ? Logo saberemos, quando for escolhido o secretário-geral da Cúria – do qual dependerão as transformações, se houver.
Em todo caso, Boff parece impressionado pela humildade do novo Papa, que rompeu com o luxo e vivia modestamente em Buenos Aires, encontrando-se frequentemente com os pobres das periferias. Será essa uma garantia para o surgimento de uma nova Igreja voltada para os pobres e para a solução dos problemas sociais?
Ivone Gebara não concorda com isso. Também pertencente ao grupo da teologia da libertação, doutora em Filosofia pela PUCSP e em Ciências Religiosas pela Universidade de Louvânia, na Bélgica, Ivone vive como freira da Congregação das Irmãs de Nossa Senhora, no que se chama de inserção social, numa cidade de Pernambuco. Tinha sido professora no Instituto de Teologia de Recife, mas ele foi fechado pelo Vaticano em 1999, e pronuncia palestras pelo Brasil e diversos países, sobre uma visão feminista da teologia da libertação, assim como sobre a participação social da mulher e dentro da Igreja.
Num artigo publicado na revista católica Adital e reproduzido num site católico francês progressista Paves, rede católica reformadora, Ivone Gebara critica o segredo envolvendo a eleição do Papa, o silêncio da mídia católica sobre as suspeitas envolvendo o cardeal Bergoglio e sobre suas posições quanto ao casamento para todos e aborto legal.
E suspeita ter havido uma preocupação geopolítica na eleição de um Papa vindo do Sul, como maneira de impedir certos movimentos vindos também do Sul, para contrabalançar a influência dos últimos governos populares latinoamericanos. E, ao contrário do que pensa Boff, ela imagina que um Papa latinoamericano, será o ideal para obstar as tendências políticas inovadoras da região com o objetivo de manter intactas as tradições da família e da propriedade.
Em outras palavras, a Igreja busca descer do pedestal para ser mais popular, porém sem quebrar com sua hierarquia. “Sair nas ruas para dar de comer aos pobres e rezar com os presos, tem um lado humanitário, mas não soluciona o problema da exclusão social existente atualmente em muitos países do mundo”, diz a freira Ivone Gebara.
O Papa Chico poderá com seu sorriso e seu carisma mudar dogmas e comportamentos seculares da Igreja católica? Certamente que não, mesmo porque a Igreja se baseia num livro, a Bíblia, extremamente fundamentalista e conservador que, só numa exegese liberal se pode dele excluir os preconceitos contra as mulheres e condenações claras do homossexualismo, da mesma forma como, no passado ainda recente, justificava a escravidão e o apartheid sulafricano.

 
Rui Martins, jornalista, escritor, líder emigrante, correspondente em Genebra.

4ª CI desenvolvera programas especias de prevençao nas escolas de Chapadinha



O comandante da 4ª companhia PM Independente de Chapadinha, juntamente com os oficiais e praças da unidade estarão desenvolvendo policiamentos que visem coibir a violência que esta acontecendo nas escolas de Chapadinha, bem como a interrupção do consumo e venda de substancias entorpecentes nestes locais.

Diante de um levantamento feito pelo serviço de inteligência da unidade, o Major Edvaldo Mesquita montou estratégias, e formas de policiamentos que busca a prisão de traficantes que assediam e usam menores para passar drogas dentro de algumas escolas.

A policia militar irá intensificar as suas ações dentro e ao redor e dentro das escolas, bem como, aplicara palestras educativas sobre violência, prevenção ao uso de drogas, noções de civismo, prevenção de transito, e orientações de como se afastar e evitar a violência.

O Major Edvaldo Mesquita irá formar parceria junto a órgãos e entidades locais para o desenvolvimento destas ações, segundo o comando da 4ª CI o objetivo maior é a busca de uma escola menos violência e mais educação na escola. Chapadinha tem hoje um alto índice de consumo de drogas, e um local onde os traficantes buscam novos usuários é a escola.

As ações deste programa serão implantadas com a maior brevidade, e de inicio atenderá aquelas escolas onde foi detectada maior incidência de violência e consumo de drogas, e com estes programas que a briosa Policia Militar do Maranhão tentam desenvolver a paz as escolas chapadinhenses, bem como a seus alunos, professores e todos os profissionais de educação.

segunda-feira, 25 de março de 2013

Um homem pra chamar de seu

Penso que um dos grandes embrulhos ideológicos do pessoal da direita passa pela sua absoluta convicção de que o individual vale mais do que o social. Essa tese despreza o coletivo como agente, mas adora vê-lo como paciente -  alienado e inerte. A direita cultua personalidades, valorizando os “que se fazem por si mesmos”, os “empreendedores”, os “que fazem diferença”. Ela precisa disso para justificar os bilionários, os especuladores, os banqueiros e todos os que, no mundo do capital, são apresentados como pessoas únicas, diferenciadas, até beneméritas. Afinal, o que seria desse bando de empregados sem essa elite de empregadores?
Na ânsia  de se promover o sucesso  individual a uma categoria paradisíaca, não raro se elevam nulidades à condição de mitos, privilegiando – bem ao gosto dos tempos que correm – narcisismos e egocentrismos,  que fogem do social como o diabo, se existisse, fugiria da cruz...
Acontece  que os ídolos, esses  super-heróis que povoam os noticiários do cotidiano,  podem ter – e não raro têm , porque  sua natureza é humana – momentos  de “pés de barro”. Aí, é preciso um esforço incrível da turma para desconstruir o que construiu, às vezes com sofismas, meias verdades, manipulações e omissões.  Quem conhece bem a história recente da terra do Super-Homem,  do Batman, do Homem-Aranha, do Homem de Ferro, do Indiana Jones, do Rambo, do Rocky e similares sabe das alianças que o império estadunidense manteve , ao sabor de conveniências econômicas, com diversos ditadores que, não mais que de repente, de grandes líderes mitificados  foram transformados em  agentes do mal. Para ficar apenas em dois exemplos marcantes, é só estudar a trajetória de um Saddam Hussein , de um Bin Laden, e suas ligações com os EUA.
Quando estava pensando nesse tema, me veio à lembrança uma canção entoada pela Marina (a cantora, não a Silva) e de autoria do Erasmo Carlos, chamada “Mesmo que seja eu”  ( Veja o vídeo ) O contexto da letra da composição nada tem a ver com meu assunto aqui, mas um dos seus versos (“Um homem pra chamar de seu”) me pareceu um bom título para este artigo. A direita, nacional ou planetária, precisa sempre de um homem – às vezes uma mulher – para chamar de seu (sua). E é tal essa sua “crença”, que mitifica a torto e a direito. A ironia é que faz isso até para denegrir.  Entre nós, ela  quer que se acredite que o Brasil recente só trilhou os caminhos que trilhou porque um homem cheio de defeitos , mas “carismático”, conduziu os brasileiros. Não acredita em forças sociais. Por isso, atribuiu à Dilma (que não tinha “carisma”) a condição de “poste”, e está se dando mal, pois o que o povo valoriza hoje no país, queiram ou não, é muito mais uma política voltada para o combate às injustiças ,  mesmo com  eventuais desacertos, do que esta ou aquela personalidade.  Os índices de popularidade da Presidenta vêm de um continuado trabalho de muitos e que atende a anseios coletivos, mas nunca do exercício solitário de um comando.
A direita repete, agora, esse mantra do “poste” no caso da Venezuela. Convenientemente cega diante dos índices de redução das desigualdades naquele país, atribui o “bolivarismo” ao fato de um “populista demagogo” ter empalmado o poder. Para ela, não há conquistas a garantir, o povo é uma abstração, e como Maduro não é um Chávez, será fácil à turma do capital recuperar o comando. Será? É o que vamos ver. Nada como os fatos para contrariar os desejos...
A “metodologia do endeusamento” adora criar falsos heróis, amplificados pela mídia, para esconder o sistema que os cerca ou que eles representam. É por isso que as eleições na pátria do individualismo, por exemplo, não se definem pelas ideias , mas pelas pessoas. Uma cara simpática, uma família bonita e aparentemente bem constituída, coisas assim elegem  presidentes... E aí está Obama - cheio de aparentes boas intenções, mas imobilizado por forças bem superiores às de um indivíduo - que até agora não foi para frente nem pra trás, muito pelo contrário...   
O caso da eleição do Papa é emblemático. Como não consegue , ou não quer conseguir, enxergar o estrutural, o coletivo, a mídia que representa esse pensamento repercute, amplia e  supervaloriza  os mais simples atos  do novo mito, para muitos um jogo para a plateia alienada,  como ensina a boa e velha demagogia. É como se quisessem impregnar nas mentes a ideia de que, agora sim,  temos (?) Papa... Mas será que um homem (falível ou infalível, não entro nessa) conseguirá, com suas quebras de protocolo, reverter os tortuosos caminhos de uma  Igreja que tem, hoje,  muitos de seus mais altos  representantes envolvidos em diversos pecados capitais?  Implantará a “ficha limpa” no Vaticano?  Estão aí, nesse festival de “malfeitos” que hoje não dá mais para esconder, escândalos de luxúria (pedofilia), ganância (Banco do vaticano), inveja (disputas pelo poder), etc.
A direita assanhada já tenta emplacar o  novo Papa como “um homem pra chamar de seu”. Imagina-o como contraponto ao  que chama de “governos populistas”. Acho que, para variar, está dando um tiro no pé. O ídolo pode ter os pés de barro. Outros, que ocuparam o seu posto, já tiveram...  Muitas mudanças já se fizeram na Igreja...para deixar tudo igual. E aí se desconstruirá mais um mito.  Mas, por outro lado,  pode ser que o simpático Papa resolva efetivamente fazer com que a Igreja se volte para os pobres do mundo. Se isso acontecer, ele não poderá jamais trilhar o mesmo caminho dos adoradores do mercado, dos especuladores, dos exploradores do povo. E a direita terá que buscar, mais uma vez, um representante para chamar de seu...

 autor deste artigoRodolpho Motta Lima

Fim de semana com onze homicídios na região metropolitana de São Luís

Fim de semana violento com o registro de de dez mortes na região metropolitana da capital maranhense. Na madrugada de sábado (23), Luciano de Oliveira Silveira, de 30 anos, morador do Parque Vitória, foi morto a golpes de facas. O crime foi praticado por Geovani da Conceição de Oliveira durante uma briga com a vítima.,

Na tarde de sábado (23), dois homens foram assassinados na Vila Sarney Filho. Trata-se de Frank Azevedo França, o "Piaba", de 19 anos. Ele foi morto com dois tiros durante uma briga com um homem identificado apenas por Richardson com quem tinha uma rixa. A outra vítima foi Denivaldo da Conceição, o "Ratinho", de 16 anos. Ele foi assassinado a tiros. A motivação e a autoria ainda não foram esclarecidas.

Ainda no sábado, Ronaldo Santos Diniz, de 29 anos foi morto com um tiro no peito, na rua da Glória. O autor dos disparos é um homem identificado por Carlinhos. A motivação seria acerto de contas por tráfico de drogas.

Inocente

No Jardim Tropical, Paulino Pereira Luz da Silva Júnior, de 22 anos, foi assassinado de graça por Gleidstone da Conceição Santos, o "Baixinho". Segundo informações, o suspeito era casado com Laudecir, prima da vítima. "Baixinho" foi até à casa da ex-esposa e a encontrou conversando com Paulino, que estava de passagem por São Luís, pois morava atualmente no Rio de Janeiro. Ao ver a mulher conversando com o primo ficou com ciúmes e aplicou uma profunda facada na altura do peito de Paulino que morreu no local. Até o momento a polícia não conseguiu prender o suspeito do crime.

Mais homicídios

No sábado à noite (22), no Residencial Jackson Lago, na Camboa, Wilson dos Santos Pereira Duarte, de 23 anos, foi assassinado com oito tiros. Os suspeitos são dois homens identificados por "Cuiuiú" e Caio com quem a vítima tinha com desafetos. Maicon Bezerra da Silva, de 26 anos, foi assassinado com uma facada na Vila Mauro Fecury. A vítima foi separar uma briga entre dois homens na avenida Principal. Ele acabou sendo esfaqueado por um dos envolvidos na confusão identificado por Raimundo, que fugiu do local. Maicon ainda foi conduzido pela esposa ao hospital Clementino Moura, o Socorrão II, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos.

Adenilson Domingos dos Santos Pereira Júnior foi assassinado com seis tiros disparados por Jackson e Denilson, conhecido como "Prancheta". O crime aconteceu sábado à noite, na Vila Lobão. De acordo com a polícia, Adenilson estava na companhia da mãe na na rua da Jaqueira, na Vila Lobão, quando recebeu uma ligação de Jackson. Ao chegar ao local, foi recebido a bala pelos suspeitos. Adenilson foi levado para o hospital Clementino Moura, o Socorrão II, mas não resistiu aos ferimentos.

Na Cidade Olímpica, Jonas da Silva Oliveira, de 27 anos, foi assassinado com quatro facadas. O crime aconteceu na madrugada deste domingo (24). A motivação e autoria não foram esclarecidas. Eli Carlos Pereira dos Santos, o "Fafá", de 33 anos, foi morto em uma bar na comunidade de Tajaçoaba, zona rural de São Luís. Acompanhado de um irmão, a vítima teria discutido com um homem que estava no bar localizado na rua Silva Campos. Mais tarde ele foi surpreendido pelo suspeito que sacou da arma e disparou três tiros em Eli, que morreu no local.

Na avenida Casemiro Júnior, no bairro do Anil, Wabderson Ferreira Vieira, de 18 anos, foi assassinado com quatro tiros. O crime foi praticado por quatro homens em um veículo Fiat de cor prata. A polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas.
Informações do Imirante

Policia Militar e Guarda Municipal de Chapadinha, realizam operação em conjunto



Ontem à noite as guarnições de serviço da Policia Militar de Chapadinha e da Guarda Civil Municipal, em parceria realizaram operações de trânsitos no sentido de coibir e prevenir atos de vandalismos, bem como, a retirada de circulação de veículos que estejam trafegando de maneira irregular.

A operação foi um sucesso onde um veiculo palio foi apreendido, sendo que o mesmo estava sendo dirigido por pessoa não habilitada, encontrava com seus documentos atrasados e as placas eram de Brasilia – DF, foram apreendidas várias motos que na sua grande maioria encontravam-se sem placa, uma dessas motos possuía o chassi raspado.

A parceria entre a Guarda Municipal de Chapadinha e a Policia Militar sempre rendeu bons frutos, o Comando da 4ª Companhia PM de Chapadinha sempre defendeu esta parceria, nos últimos dias a fiscalização de veículos está mais atuante em Chapadinha, o que fez cair drasticamente o numero de acidentes em nossa cidade, e o mais principal, depois da intensificação das blitzs não mais houve vitimas fatais em nossa cidade.

Ontem quando da realização desta operação, ouvi de pessoas que depois das blitzs, a cidade estava mais tranquila, enfatizou ainda que estes últimos dias que na cidade pessoas não mais perderam a vida, em comentário os Guardas Municipal Neto e Perci enfatizaram o valor do reconhecimento da população ao trabalho que ora está sendo desenvolvido.

Os comandantes da Guarda municipal e da 4ª CI, os dois é há favor da realização destas operações em conjunto, o que deve acontecer por mais vezes, a intensificação das operações no transito em Chapadinha será constante, e resultados como o de ontem será um constante nestas operações.

domingo, 24 de março de 2013

Estudo conclui que fim dos dinossauros 'foi causado por cometa'


Foto: PA
Cientistas americanos dizem que cometa teria causado extinção de dinossauros
A rocha espacial que atingiu a Terra há 65 milhões de anos e é tida como causadora da extinção dos dinossauros foi provavelmente um cometa, concluiu um estudo divulgado por cientistas americanos.
Segundo a pesquisa, a cratera Chicxulub, no México - que tem 180 km de diâmetro - foi criada por um objeto menor do que o que se imaginava anteriormente.
Muitos cientistas consideram que um asteroide grande e relativamente lento teria sido o responsável.
Os detalhes do estudo, feito por uma equipe do Darthmouth College, universidade no Estado americano de New Hampshire (nordeste do país), foram divulgados na 44ª Conferência de Ciência Lunar e Planetária, realizada no Estado do Texas, no sul dos Estados Unidos.
"O objetivo maior do nosso projeto é caracterizar melhor o que causou o impacto que produziu a cratera na península de Yucatán (no México)", disse Jason Moore, do Dartmouth College, à BBC News.
No entanto, outros pesquisadores ainda são cautelosos a respeito dos resultados da pesquisa.

Química extraterrestre

A colisão da rocha espacial com a Terra criou em todo o planeta uma camada de sedimentos com o elemento químico irídio em concentrações muito mais altas do que o que ocorre naturalmente.
No entanto, a equipe de pesquisadores sugere que os índices de irídio citados atualmente estão incorretos. Usando uma comparação com outro elemento extraterrestre depositado no impacto - o ósmio - eles conseguiram deduzir que a colisão depositou menos resíduos do que o que se acreditava.
Os valores recalculados de irídio sugerem que um corpo celeste menor atingiu a Terra. Na segunda parte do trabalho, os pesquisadores tentaram relacionar o novo valor com as propriedades físicas conhecidas da cratera de Chicxulub.
Para que essa rocha espacial menor tenha produzido uma cratera de 180 km de largura, ela deve ter viajado relativamente rápido.
A equipe calculou que um cometa de longo período se ajustava à descrição muito melhor do que outros possíveis candidatos.
"Seria preciso um asteroide de cerca de 5 km de diâmetro para trazer tanto irídio e ósmio. Mas um asteroide desse tamanho não produziria uma cratera de 200 km de diâmetro", disse Moore.
Foto: BBC
Comunidade científica debate evidências sobre tipo de corpo celeste que atingiu a Terra
"Como conseguimos algo que tenha energia suficiente para gerar uma cratera daquele tamanho, mas tenha muito menos material rochoso? Isso nos leva aos cometas."
Cometas de longo período são corpos celestes de poeira, rocha e gelo que têm órbitas excêntricas ao redor do Sol. Eles podem levar centenas, milhares e em alguns casos até milhões de anos para completar uma órbita.
O evento que causou a extinção há 65 milhões de anos é associado, hoje em dia, à cratera no México. O acontecimento teria matado cerca de 70% das espécies na Terra em um curto período de tempo, especialmente os dinossauros.
A enorme colisão teria gerado incêndios, terremotos e imensos tsunamis. O gás e a poeira lançados na atmosfera teriam contribuído para a queda das temperaturas globais por muitos anos.

Perda de massa

Gareth Collins, que pesquisa impactos que produzem crateras na universidade Imperial College London, na região de Londres, disse que a pesquisa da equipe do Dartmouth College é "provocadora".
No entanto, ele disse à BBC que não acha "possível determinar precisamente o tamanho do corpo que causou o impacto apenas com a geoquímica".
"A geoquímica diz - com bastante precisão - somente a massa do material meteorítico que está distribuída globalmente, não a massa total do causador do impacto. Para estimar isso, é preciso saber que fração do corpo celeste estava distribuída na hora do impacto, não foi ejetada para o espaço, nem caiu perto da cratera."
"Os autores (da pesquisa) sugerem que 75% da massa do causador do impacto estava distribuída globalmente, então chegaram a um corpo relativamente pequeno, mas na verdade essa fração pode ser menor do que 20%."
A teoria deixaria a porta a aberta para a hipótese de que um asteroide maior e mais lento, que perdeu teria perdido massa antes do impacto com o solo, tenha sido o causador da extinção.
Meteoro caindo na Rússia
Meteoro que caiu na Rússia em fevereiro surpreendeu cientistas
Os pesquisadores americanos aceitam a hipótese, mas citam estudos recentes que sugerem que a perda de massa do corpo celeste no impacto de Chicxulub esteve entre 11% e 25%.
Nos últimos anos, diversos corpos celestes surpreenderam os astrônomos, servindo como lembrança de que nossa vizinhança cósmica continua atribulada.
No dia 15 de fevereiro de 2012, o DA14, um asteroide com volume equivalente ao de uma piscina olímpica, passou de raspão pela Terra a uma distância de somente 27,7 mil km. Ele só havia sido descoberto no ano anterior.
No mesmo dia, uma rocha espacial de 17 metros explodiu nas montanhas Urais, da Rússia, com uma energia equivalente a cerca de 440 quilotoneladas de TNT. Cerca de mil pessoas ficaram feridas quando o choque do impacto explodiu janelas e sacudiu edifícios.
Cerca de 95% dos objetos próximos da Terra com mais de 1 km de diâmetro já foram descobertos. No entanto, somente 10% dos 13 a 20 mil asteroides acima de 140 metros de diametro estão sendo monitorados.